07 outubro 2015

Novo Photoshoot e Entrevsta da Anna Kendrick para Variety


Anna Kendrick tem sorte. Ela cresceu no Maine em uma família de mente aberta, e esteve constantemente trabalhando em teatro, filme e televisão desde antes de atingir a puberdade. “Quando eu penso sobre isso, sou muito grata por ter vários homens e mulheres gays em minha vida,” ela diz.

Nem todo mundo tem essa sorte, e é aí que entra o Projeto Trevor. Fundado em 1998, pela equipe por trás do curta-metragem “Trevor” vencedor do oscar, Randy Stone, Peggy Rajski e o escritor-artista James Lecesne, é uma organização nacional que fornece serviços de intervenção de crises e de prevenção de suicídios para adolescentes LGBT.

“Apesar dos avanços recentes para a comunidade LGBT, ainda há lugares no país onde os serviços oferecidos pelo Projeto Trevor são críticos”, diz Kendrick.

Na verdade, com a campanha presidencial de 2016 tornando os direitos homossexuais um problema, o trabalho do Projeto Trevor é mais importante do que nunca. “Eu acho que é um problema se você tem permissão de concorrer a um cargo em uma plataforma de ódio”, diz Kendrick.

“Eu acho que o que eles fazem é necessário,” ela diz. “Eu lembro que há alguns anos atrás um amigo me disse ‘sou grato pelos direitos gays serem importantes para você’. Foi a primeira vez que eu considerei que as pessoas acham isso único e corajoso” sobre apoiar os direitos dos homossexuais. “Para mim é apenas os direitos básicos do ser humano.”

A estrela dos filmes de “A Escolha Perfeita” – que não são nada se não mostrarem diversidades de todos os tipos – adiciona, “Há algo interessante acontecendo com a geração mais jovem. Vários dos meus fãs nas redes sociais são jovens mulheres gays. Todos estão se tornando mais abertos e parece que a maré está mudando, mas as reações se tornam mais vocais e críticas.”

E organizações como o Projeto Trevor fazem com que os adolescentes saibam que há esperança.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...