30 setembro 2013

FanFic: Destinados Ao Amor - Capítulo 9

Destinados Ao Amor

Autora(o): Paula Halle
Gênero: Romance, Comédia, Fantasia, Hentai, Universo Alternativo
Censura: +18
Categorias: Saga Crepúsculo
Avisos: Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo

**Atenção: Esta história foi classificada como imprópria 
para menores de 18 anos.**

Capítulo 9 - Era isso, desejos de aniversario podem se realizar.


Mil ideias rodopiando na minha mente, Edward entraria em férias em breve, e eu teria um mês para tê-lo só pra mim, estarmos juntos, e eu podia dizer pra ele que o amava.
Ainda não podia acreditar que ele me pediu para ser a garota dele. A garota do Masen. Se podia morrer de felicidade, pois eu estava a um passo disse.
Acho que eu devia ter ficado algum tempo sentada no chão abraçando minha carta e sonhando com a visita de Edward, e do fato de que eu era sua garota. Pois Rosie e Alice apareceram algum tempo depois parecendo muito preocupada.

– Graças a Deus! – Rosie resmungou correndo até mim, enquanto me puxava para cima. – Onde estava?
– Aqui?
– Eu já tinha ligado para Emmett, e Jasper e estávamos prestes a ligar para a policia.
– Por que?
– Bella, faz mais de duas horas que você sumiu.
– Nossa, sério? – elas me olhavam como se eu fosse louca.
– Sério, por que estava aqui?
– Eu recebi uma carta de Edward. – ela gemeu.
– Nem pensei nisso. Mas por que está aqui? Por que não subiu pra ler lá em cima?
– Ele me pediu pra ser a garota dele. – dei um gritinho e ela gritou também.
– Oh meu Deus, ele pediu?
– Sim, ele gosta de mim Rosie, e me mandou uma foto. – mostrei a foto pra ela que gritou mais.
– Qual deles é ele? – apontei para meu Edward, estava curiosa pra ver ele com cabelo, honestamente não gosto muito de caras carecas. Mas ainda sim, ele era lindo.

– Ele não é bonito Rosie?
– Muito, um gato. E quem é esse com ele?
– Mitchell, é um amigo.
– Ele é quente. – ri batendo minha bunda na dela.
– Meu Edward é mais. – ela me abraçou apertado.
– Isso é incrível Bella.
– Eu sei. Eu mal posso acreditar, e ele vai vir me ver Rosie. – ela começou a gritar de novo, e mal me contendo gritei também.
– Quando? Esse mês? Amanhã?
– Em alguns meses, acho que dois, preciso ler a carta novamente. – ela amuou.
– Ah, tinha que ser mês que vem.
– Por quê?
– Seu aniversario sua tonta.

– Oh merda! – Edward não viria para meu aniversario, seria em algumas semanas, e ele disse que viria em alguns meses, bem, poderíamos comemorar de novo quando ele viesse, bolo de aniversario nunca é demais.
– Hey meninas vamos comer estou faminta? – nos viramos notando Alice segurando uma sacola com imagino ser pão e outras coisas, nós ficamos tão distraídas que esquecemos da menina?
Porra!
– Deus Alice, desculpe, nos distraímos. – ela riu.
– Sem problemas, eu imaginei que queriam conversar. – fui até ela a abraçando pelos ombros e Rosie tirou a sacola da mão dela.
– Não precisava sair, faz parte da gangue agora.
– Somos uma gangue? – Rosie perguntou enquanto nos seguia para cima.
– Bem éramos uma dupla antes de Alice, mas agora somos uma gangue. – ambas riram.

As ignorei entrando no apartamento e indo diretamente para meu quarto colocar a carta de Edward junto com as outras, aproveitei e peguei a moldura que tinha na minha cômoda com uma foto minha e de Rosie, trocando pela foto de Edward e seu amigo. Iria comprar uma moldura nova para colocar a foto dele, pelo menos até eu comprar a nova, iria deixar essa aqui.
Coloquei a foto de mim com Rosie ao lado e fiquei admirando Edward, ele é tão bonito, e meu. Eu mal podia acreditar que ele me queria, tanto quando eu o queria. Que ele quer que eu seja sua garota. Isso era incrível, tão irreal, tão...

– Hey sonhadora, vamos comer, depois você continua babando no seu soldado bonitão. – piscou, rindo me levantei a seguindo para fora.
– Desculpe, mas está difícil me controlar.
– Não se desculpe Bella, estou tão feliz por você. – ela me abraçou pelos ombros me fazendo sorrir, rodeando os braços por sua cintura.
– Isso é tão surreal Rosie.
– Nem me fale. O que fará quando ele vir?
– Eu não sei, eu quero que ele fique aqui.
– Ele não só deve ficar aqui, você deve amarrá-lo na cama, para que ele nunca mais se vá. – comecei a rir histericamente, até a imagem dele amarrado a minha cama.

Na minha cama?
Amarrado a minha cama, nu!
Sim por que tem que se amarrar alguém a cama nu, ou perde todo o propósito. Ou se ele quiser me amarrar a cama nua?
Oh merda!

– O que? – Rosie perguntou entre risadas, mas parou ao ver meus olhos arregalados.
– Ele vai querer transar?
– Como?
– Sexo Rosie. Ele vai querer não é?
– Eu acho que sim, já que ele deve estar na seca a algum tempo.
– Oh merda, eu não faço sexo há tempos também Rosie e se eu esqueci?
– Como transar?
– Eu posso até ser virgem de novo.
– O que?
– Isso é possível não é? Faz tanto tempo que meu hímen deve ter fechado achando que já que ninguém vai entrar ele pode fechar novamente. – Rosie me olhava como se eu tivesse uma segunda cabeça, ou um hímen novo.
– Isabella pare de falar loucuras. – ela agarrou meus ombros me dando um chocalhão e a olhei mastigando meu lábio nervosamente.

– Mas...
– Shiii, sem mais, escute. Seu hímen já se foi há muito tempo, e não vai voltar, e quanto ao sexo, isso nunca se esquece.
– Ela tem razão Bella, vai ser bom por que vocês se amam.
– Mas eu não sei se ele me ama. Rosie e se ele não me ama? – olhei em desespero pra Rosie que ergueu as mãos, acho que com a intenção de me esganar, mas pensou melhor, pois as abaixou.
– Bella, o cara te pediu pra você ser a garota dele, está te mando cartas lá do fim do mundo, é lógico que ele te ama, e se não ama ainda está a um passo disso, agora pare de surtar antes que eu te de um tapa. – fechei a boca rapidamente, antes de que dissesse as outras neuras que estavam rondando na minha mente, e tentei me concentrar nas palavras de Rosie.

Edward gostava de mim, ele me mandou uma foto, continuava me mandando cartas lindas, dormia com minhas cartas na sua fronha pra ficar mais perto de mim, e me pediu para ser sua garota, ele tinha que gostar de mim. Eu só tinha que me concentrar nisso e parar de surtar.
Respirei fundo algumas vezes, e voltei a atenção as meninas.
– Ok estou mais calma.
– Bom, agora vamos comer, e eu ainda preciso ligar pra Emmett e Jasper.
– Eu já liguei Rosie, quando fui comprar pão. – Alice disse já comendo, e nos juntamos a ela para tomar o café.

Depois de comer expulsei as meninas, pois eu precisava responder a carta de Edward, e mandá-la imediatamente. Felizmente hoje eu tinha folga e podia me concentrar nisso. Rosie me deu um abraço antes de ir, me pedindo para se surtar novamente ligar pra ela.
Ta bom que faria isso, com certeza ela me daria aquele tapa.

Tranquei a porta e corri para pegar a linda carta dele, papel e caneta. Aconcheguei-me no sofá, relendo sua carta com um suspiro. Como alguém pode ser tão perfeito? E meu? Por que se eu era sua garota, ele era meu né? Era bom ele dizer que sim, por que eu já pretendia espalhar pelos quatro cantos que ele era meu namorado, não aguentaria esperar a próxima carta.

Meu namorado.

Dei algumas risadinhas, e agradeci por estar sozinha, ninguém precisava me ver agindo como uma boba apaixonada. Deus, eu estou pior que Rosie quando via Emmett.
Ao terminar de reler, me concentrei em responder a carta dele, e mostrar tudoo que ele significava pra mim.


Meu Edward,

Estou tão, mas tão feliz que você gostou da caixa, eu queria ter podido mandar mais coisas, mas foi o que pensei na hora, na verdade eu terminei de ler a sua carta e corri para o Wal-Mart mais próximo. Eu senti que você precisava daquelas coisas, desde os cookies até os remédios e principalmente o mp3, e me deixa tão feliz que você gostou e está dividindo com os seus amigos.

Eu mandarei mais coisas em breve, mas separado das cartas para nossas cartas não demorarem tanto, confesso que também me preocupei que não queria mais se corresponder comigo, que o tinha assustado com a foto e as coisas, mas estou tão feliz que você gostou.
Por que eu mandei? Mas por que não, afinal eu sou sua garota não é?

É bom ser, por que eu vou espalhar pra todo mundo que eu sou a garota do Masen, quando você chegar aqui, até o dono da padaria da esquina vai estar sabendo. Eu estou falando serio viu! Então pode espalhar por ai também que eu sou sua garota.
Sério, do mesmo modo que eu amei dizer o seu nome, agora eu quero dizer o tempo todo que eu sou sua garota. Isso é tão surreal, mas incrível ao mesmo tempo, e estou além de feliz, exultante, e vou mostrar isso para você quando você vir.
Eu quero tanto ver você Edward, te tocar, te abraçar, e bem já que agora eu sou sua garota, beijar também, muito.

Você pode imaginar isso, nós dois nos beijando? Eu posso, eu sonho com isso, na verdade é a primeira coisa que temos que fazer, nada de palavras, já falamos muito eu quero um beijo seu no momento em que você me ver, pode fazer isso por mim Edward?
Eu realmente sonho com isso.

Você realmente me acha bonita? Eu sei que não sou feia, mas sempre me achei tão simples, quando você conhecer Rosie você vai ver, ela é uma loira alta arrasa quarteirão, enquanto eu, uma morena baixinha. Mas é bom saber que você me acha bonita, a propósito te achei muito bonito também. Você é quente, não como James Bond, talvez seja mais muito quente.

Você não precisa se refrear comigo Edward, eu quero saber tudo de você, as coisas boas e ruins, quero você todo, as vezes eu vou chorar, eu sou meio chorona, então não deve se preocupar com isso, mas eu vou estar aqui pra você, mesmo que eu chore um pouquinho eu ainda vou estar aqui.
Suas cartas são tudo para mim, o ponto alto do meu dia, o mundo para quando eu recebo uma carta sua, nesse momento quando eu abro o envelope e leio suas palavras, é só você e eu, não existe mais ninguém, e mal posso esperar para conhecê-lo pessoalmente, ouvir as palavras da sua boca, ver seus olhos quando sorri, tocar seu rosto quando estiver na minha frente.

Eu estou esperando por você Edward, enquanto você me quiser eu esperarei, eu esperaria para sempre se você me pedir. Vou esperar você voltar, e vamos ver como é essa conexão que temos através das cartas, se ela é tão forte pessoalmente, como é no papel, eu acredito que seja e você?
Vou dar muitos sorrisos para você Edward, todos os meus sorrisos são seus, e não se preocupe com as lagrimas, eu sei que você nunca me faria chorar de propósito, minhas lagrimas são de compaixão, são de saudades, mas nunca de dor, eu acredito, não, eu sei que você nunca me causaria dor.
Me agradeça pela caixa com aquele beijo, para mim é mais que o suficiente.

Fico feliz que tenha um amigo ai, Mitchell parece ser um bom amigo. Você não havia mencionado ele, mas estou feliz que mencionou, eu gosto de saber que você tenha alguém para conversar, sei que ficaria louca se não tivesse Rosie. Ela também aguenta meu mal humor, ou meus ataques de pânico, o que seria de nós sem nossos amigos? Vou te dizer, estaríamos perdidos.

Não seja mal com Mitchell, eu mandarei algumas coisas para ele também, assim você não precisara brigar para dividir as coisas, será que ele se importa se eu mandar alguns doces e protetor solar, já que ele é tão branquelo quando você? Eu mandarei, se ele não gostar fique pra você, quanto mais melhor né?
Já o mp3 é só seu, bom mesmo que não divida com ninguém, eu escolhi musicas que eu gosto, e espero que goste delas também, e as clássicas que você disse que gostava, e quando você vier, pode me mostrar as musicas que gosta, e colocaremos mais musicas no seu mp3. Me avise na próxima carta se precisar de mais fones, essas porcarias quebram muito fácil.

Eu penso em você 24h por dia Edward, você está sempre em meus pensamentos e coração, e me enche de felicidade saber que você sente o mesmo, que você pensa em mim, que quer me conhecer tanto como eu quero conhecê-lo, não sabe o quanto isso me deixa feliz.
Como já disse Edward, eu não me acho tão bonita assim, mas depois dessas palavras, eu acho que devo comprar um espelho novo, você me fez sentir a mulher mais bonita do mundo, nunca ninguém me fez sentir assim, obrigada Edward.

Sério, Mitchell se chama Garrett? Não imaginava, e ele prefere Mitchell ou Garrett, e você, vai querer que eu te chame de Masen ou Edward? Eu espero que você me deixe chamá-lo de Edward, por que adoro o seu nome, e estou ansiosa para ouvi-lo dizer o meu.
Deus, eu não sei qual foi o ponto alto da sua carta, você me mandando uma foto, me pedindo para ser sua garota, ou me pedindo para vir me ver. Eu tenho um sorriso permanente na minha cara, chega a doer, mas não posso parar.

Você tem que vir Edward, tem que vir me ver, e... e ficar comigo, no meu apartamento. Você gostaria? De ficar no meu apartamento comigo? Eu, bem só tenho um quarto, mas como somos namorados, achei que podíamos dividir, minha cama é grande. Oh Deus, eu sinto meu rosto pegando fogo ao dizer isso, eu já te contei que eu coro, tipo altos tipos de vermelho quando fico constrangida, er ou excitada?
Enfim ignore a ultima parte se você não quiser dividir a cama comigo, eu posso arranjar um colchão ou dormir no sofá, embora agora eu queira dividir a minha cama com você, isso me faz uma pervertida? Você já pensou em mim assim? Eu comecei a pensar recentemente, sabe nós dois, na cama, er juntos, você sabe, lá estou eu balbuciando, vou parar agora.

Espero que seu amigo esteja bem mesmo, isso me fez pensar, você já levou um tiro, ou se machucou de algum modo? Imagino que nada grave já que você continua ai, mas já se machucou um pouco mais sério?
Você pode me contar Edward, pode me contar tudo, eu já disse isso e repito, eu estou aqui para você, para as coisas boas e ruins.

Ow Iraque, eu imaginei que estava em algum lugar assim, é bom saber onde você está agora, a distancia que nos separa, não sei por que, mas é, acho que saber que você está em algum lugar, torna tudo mais real.
É bom que somos parecidos, vamos ter coisas em comum, vou te levar aos meus lugares favoritos em Nova York, te levar para conhecer o café onde trabalho, e a faculdade, e a biblioteca que frequento, e meu lugar favorito no Central Park, enfim, todos os lugares que gosto e você pode me levar aos seus também. Na verdade eu não me lembro se você já disse, ou eu perguntei, você é de Nova York?

Você seria um bombeiro sexy, só estou dizendo, ou um policial, eu poderia brincar com suas algemas, Deus, eu estou uma pervertida nessa carta. É tudo culpa da Rosie, ela me disse para amarrá-lo na cama, para você nunca mais ir, e desde então eu não paro de pensar em sexo.
Sim, isso mesmo eu disse sexo. Nos iremos fazer né? Eu pareço muito afoita? É que já faz um tempo desde que eu estive com alguém, e agora, eu só penso nisso com você, na verdade a culpa é sua, quem mandou me pedir pra ser sua namorada, e você sabe, namorados fazem sexo. Muito. Quando você vier, deve ser a segunda coisa que faremos. Isso, depois daquele beijo, eu quero que fiquemos juntos, eu me sinto ligada a você em tantos níveis Edward, você me fez ficar ligada a você como eu nunca fiquei a ninguém, e eu quero ficar ainda mais.

Vou parar de ser uma pervertida, pois eu inteira já estou corando aqui, e vamos voltar a falar como pessoas normais. Eu não acho que já tenha te visto, é uma pena, mas acho que nos conhecemos, quando devíamos nos conhecer. Nem antes, nem depois, no tempo certo, nosso tempo.

Eu fico feliz que não seja mais careca, não que você está feio na foto, é uma foto incrível, eu já a coloquei em uma moldura ao lado da minha cama, é só que eu prefiro homem com cabelo, sabe para passar meus dedos pelos fios, poder agarrar quando você me der aquele beijão.

Você vai adorar os meus amigos, principalmente Emmett, ele me lembra um pouco Mitchell, é um espertinho também. Mas eu o amo, você vai adorá-lo, vai conhecer Rosie é claro, minha melhor amiga, praticamente irmã, desde que eu me mudei para Nova York, não nos desgrudamos, ela foi um dos motivos de eu ter batido o pé, quando minha mãe quis mudar de novo, depois que acabei a escola, eu tinha feito planos com Rosie, nós queríamos ir à faculdade juntas, estar juntas, e não deixei minha mãe controlar mais meu destino. Eu o controlo agora. Estou ansiosa para conhecer Mitchell também, mesmo que suas férias não coincidam, ele pode vir me visitar, mas não ficar comigo, minha cama eu só divido com você, e Rosie quando estamos bêbadas demais, para que ela vá para casa.

Seu pai é arquiteto, isso é legal, você nunca pensou nessa carreira? Da pra ver que você só foi contra pra irritar seu pai, mas e você o que você realmente quer? Você se vê como um arquiteto, construindo coisas? Se você gostar disso tudo bem, você deve fazer isso, não por que ele quer, mas por que é o que você quer.
Se decidir isso, fique relaxado, eu compro minhas próprias algemas! Ta vou parar agora.

Pais são confusos mesmo, eu acredito que um pai deve amar seu filho acima de tudo, assim como o filho a ele, e eu realmente amo minha mãe. Mas eu amo ela, não suas decisões, foi difícil ser arrastada por ai, por que ela queria viajar, e não queria ir só, e me usou como uma amiga de viagem, mas eu a amo apesar disso, mesmo ela me deixando louca, eu sei que vou amá-la sempre, mas como disse, eu não vou deixá-la mais mandar em mim, ou decidir por mim, eu deixei por muito tempo, agora é minha vez de tomar minhas próprias decisões.

Fique sabendo que meus dedos dos pés são muito bonitos, e você adoraria uma carta inteira sobre eles, e você Edward, tem dedos bonitos? Eu falei sério Edward, você pode me contar tudo, coisas boas, coisas ruins, é o que você faz quando tem alguém que gosta de você, divide as coisas, e você pode dividir tudo comigo.

É bom saber que você é forte e sabe se cuidar, as vezes me deixa doida não saber como você está, se você está bem, se sua ultima carta vai ser a ultima, por que algo aconteceu com você. Não ouse deixar nada acontecer com você Edward Anthony Masen, não sem antes vir aqui me ver e me dar o meu beijo, eu falo sério Edward, tome cuidado, se cuide para que você volte inteiro para mim.
As vezes a gente soa amargo mesmo, mas não devemos deixar isso controlar nossas vida, isso que importa, devemos deixar o passado para trás e nos concentrar no futuro, ele que importa, o passado já passou.

Hey Mitchell é bonito, mas você ganha fácil dele, você é mais que bonito, estou quase fazendo uma camiseta com a sua foto com os dizeres, “hey esse cara bonito é meu namorado”, o que acha?
Que bom que pensa assim, eu não sei se suportaria ter que ver você partir de tempos em tempos, ver você ir, sem a certeza de que vai voltar um dia, eu estou aliviada que você se sinta assim. Também acho a guerra inútil, e não entendo o que da na cabeça das pessoas, para atacar umas as outras, mas é bom saber que quando seu tempo acabar você é só meu.

Um ano em, vai ser o ano mais longo da minha vida. Mas nos corresponderemos sempre, sempre juntos. E quando seu tempo acabar eu vou estar aqui para você Edward.
Não seja ciumento Edward, eu só tenho olhos para você, não precisa se preocupar com isso, e você pode, você deve me pedir para te esperar, por que eu não tenho nenhuma vergonha em pedir o mesmo. Eu quero que você me espere Edward, que seja só meu, e se souber que ficou com alguma mulher ai, você ta perdido, eu vou arrancar suas bolas e te fazer comê-las. Desculpe meu momento possessivo, mas eu sou sua garota agora, cara não me canso de repetir isso.

Eu adoro que você guarde minhas cartas na sua fronha, eu faço isso com as minhas também, sua ideia é genial, é um modo de me sentir mais próxima de você, o mais perto que posso pelo menos até nos encontrarmos pessoalmente, ai eu saberei como é seu cheiro, seu toque, e terei as lembranças para o ano que ficaremos separados. Eu gosto do nome da sua mãe, e realmente seria uma homenagem linda dar o nome para sua filha, ela seria orgulhosa de ter um nome tão bonito e forte.

Eu lamento pelo seu pai, talvez ele só não saiba como chegar a você, ele devia amar muito sua mãe, e perdê-la deve ter sido tão difícil, mas sei que ele te ama, eu só sei, não me pergunte como. Eu acho que deve dar uma chance a ele, ou se arrependerá quando ele se for, pais não vivem para sempre, eu sei bem disso. Mas essa é uma decisão que deve tomar em seu coração, e se um dia quiser dar uma chance ao seu pai, e me quiser ao seu lado, eu estarei com você.

É bom que pense assim, por que até o final da semana, todo mundo vai saber que você é meu namorado, na verdade eu acho que vou realmente comprar a camiseta, por que ai eu nem preciso dizer, é só mostrar, seria engraçado em, você chegar aqui e todo mundo de apontar como o cara da garota louca da camiseta.
Melhor não.

Eu gosto que todos ai digam que eu sou sua garota Edward, eu realmente quero ser, acho que já disse isso alguns milhões de vezes, mas eu realmente quero, quero ser sua garota, sua namorada, seu porto seguro, quero ser tudo para você. Por que você já é para mim Edward, você é tudo pra mim.

Minha vez de contar um segredo, deixe me pensar em um bom, ah já sei, meu aniversario está chegando, em algumas semanas, 13 de novembro e como o seu esta mais pra um desejo que um segredo, eu gostaria que estivesse aqui, mas sei que não vai estar, você disse que suas férias é só em alguns meses, então vai estar aqui para o natal né? Enfim podemos comemorar quando você vier me ver, podemos aproveitar e comemorar o seu também. Ca entre nós, eu amo fazer aniversario, ganhar presentes, estar com as pessoas que amo, tem coisa melhor? E você gosta de aniversários Edward?

Esperando como louca sua próxima carta
Com amor Bella.

Ao terminar sorri, esperava não ter sido muito ousada com a coisa de sexo, mas desde que conversei com Rosie era só no que conseguia pensar, e Edward queria honestidade entre nós, então... que seja isso. Colocando a carta em um envelope, vesti meus sapatos e corri para o correio. Postei minha carta e comprei uma caixa nova um pouco maior que a outra, iria mandar mais coisas para meu namorado. E Mitchell também, se ele era um bom amigo para meu Edward, ele merecia um agrado também.

Mordi os lábios para conter os gritinhos de alegria, antes de voltar para casa, fui para o Wal-Mart e comprei mais um monte de coisas, entre meias, chocolates, cookies, aproveitei e comprei uma moldura bem bonita para colocar a foto de Edward.
Espero que sua próxima carta não demore muito, quem sabe não chegaria para meu aniversario, seria o presente perfeito.

[...]

Cheguei à mesa do almoço e sorri ao ver Jasper sozinho, era essa a hora de fazê-lo falar. Me sentei na sua frente, ele me cumprimentou com um sorriso.
– Hey Bella, tudo bem?
– Sim, sim e você?
– Legal.
– Cadê Alice?
– Ela tinha um trabalho em grupo. – deu de ombros e assenti, Rosie foi almoçar com Emmett então era só nós dois. Isso era bom.
– Ok. – mexi na minha salada por um momento, vendo ele comer despreocupadamente, qual era o problema dele? Ele era tímido? Virgem? Gay? Não gay não, afinal ele me convidou para sair.
– O que foi Bella? – ele falou de repente me chamando a atenção e notei que estava o encarando, merda.
– O que?
– Você ta me olhando e fazendo caretas.
– Oh, er... hehe, não é nada.
– Tem certeza?
– Por que não beija Alice? – ele engasgou com a comida, começando a tossir e tomou sua água em grandes goles.
– Caralho Bella! Não se pergunta isso assim pra alguém de supetão. – resmungou secando as lagrimas que se formaram no canto dos olhos, respirando mais calmamente.
– Foi mal, mas por quê? – seu rosto ficou um pouco vermelho.
– Como sabe que não beijei? – arquei uma sobrancelha e ele ficou mais vermelho ainda. – Ela reclamou de mim?
– Não, claro que não, ela só acha que você não gosta dela.
– Eu gosto, muito, é só...
– Não é por minha causa né?
– Não claro que não.
– Bom, por que eu gosto de você Jasper, mas como amigo.
– Eu também Bella, eu te acho linda, e pensei, pensei que seria legal estar com você, é a garota mais legal que eu conheço, mas com Alice é diferente, eu penso nela o tempo todo, e ela me deixa um pouco nervoso.
– Por causa da coisa de gótica?
– Não, eu gosto disso nela, ela é diferente, é mais, e se eu estragar tudo? – rolei os olhos.
– Se você não beijá-la, e não tomar uma atitude, ai você vai estragar tudo.
– Você acha?
– Tenho certeza. – ele praguejou ficando de pé e juntando suas coisas. – Hey onde você vai?
– Beijar Alice. – gritou enquanto corria para fora do refeitório, balancei a cabeça.
Eu tenho os amigos mais estranhos.

O resto das aulas passou rapidamente, eu não tive mais sinal de Jasper, mas imagino que com o beijo, que era o que Alice estava esperando, era possível que ela o arrastasse para o quarto dela e só o deixasse sair depois de um mês. Pobre Jasper, nem vai saber o que aconteceu até estar sendo montado pela baixinha.

Ao chegar ao café, sorri para Emmett, e fui pegar meu avental, eu estava sorridente o dia todo, pensando no meu soldado, meu namorado. Já era quase hora de ir, quando Emmett me encurralou no balcão não me deixando entrar no deposito para pegar minhas coisas.

– O que está acontecendo Swan?
– Como?
– Não me venha com essa, você está cheia de sorrisinhos e suspiros o dia todo. Quem é o cara, e por que eu ainda não o conheci para intimidá-lo e mandar ser bom para você? – ri dando um abraço em Emmett, ele me abraçou de volta me olhando confuso.
– Você é o melhor Emmett.
– Disso eu sei, mas quem é o cara?
– Seu nome é Edward Masen. – praticamente gritei e ele franziu o cenho.
– E por que ainda não o conheci?
– Na verdade eu não o conheço também, quer dizer pessoalmente.
– Bella, você andou comendo cookies de maconha?
– Hey foi só uma vez para experimentar, e nunca mais toquei naquilo. – fiz um bico o fazendo suspirar.
– Certo, então que historia é essa de não conhecer pessoalmente... oh não Bella, você o conheceu na internet? E se ele for um cara gordo, ou um adolescente espinhento?
– Deus, claro que não Emmett, ele é soldado.
– Você conheceu um soldado na internet?
– Não seu bobo. – ri o empurrando para fora do caminho e o levei para uma mesa onde sentamos e lhe contei sobre meu namorado.

Quando terminei Emmett me encarava com a boca aberta. E eu não parava de sorrir como uma idiota.
– Isso é...
– Incrível. – completei e ele assentiu em acordo.
– Verdade, mas o mais importante.
– O que?
– Eu sou um casamenteiro.
– Eu acho que você comeu aqueles cookies de maconha.
– Quieta Swan. Pensa só, você só recebeu a carta do soldado que era pra Ângela, por que eu, te arrumei o apartamento, quando ela me disse que ia vender, eu só pensei em você para o lugar, então obviamente você conheceu o soldado graças a mim. A propósito de nada.
– Mas se acha né. – ele riu, e me levantei dando mais um abraço nele.
– Estou feliz que encontrou um cara legal Bella, e quando ele vir, eu quero conhecê-lo.
– Você vai, eu já falei de você pra ele nas cartas.
– Disse como eu sou incrivelmente lindo e o melhor chefe do mundo? – moveu as sobrancelhas e o soquei no ombro.
– Disse como você se acha isso sim. – ele colocou a mão no peito com um biquinho.
– Isso magoa Bellinha, partiu meu coração, está demitida. – ri o abraçando pela cintura.
– Quantas vezes você me demitiu essa semana?
– Pelo menos umas três, mas você nunca me leva a sério. – suspirou dramaticamente, mas podia ver suas covinhas, era difícil ele esconder seu sorriso, sem contar seus olhos brilhando de diversão.
Lhe dei um bundada e me despedi, indo pegar minhas coisas no deposito. Foi bom falar com Emmett, eu já queria lhe contar de Edward mesmo, pois não queria chocá-lo quando eu surgisse em alguns meses com um soldado bonitão a tira colo. Emmett era uma parte importante da minha vida e ele merecia saber sobre Edward, e o que ele significava para mim.


**Algumas semanas depois.**

Já fazia duas semanas e nada de carta de Edward, estava começando a entrar em pânico, eu o assustei com a conversa de sexo. Eu sabia, os caras dizem que querem honestidade e quando você dá eles correm, pera essa não eram as mulheres?
Esquece, olhei no calendário e gritei pulando da cama, é meu aniversario, e num sábado, fiz uma dançinha animada, o pessoal viria mais tarde e comemoraríamos com um bolo gigante. Amo bolo de aniversario.
Ouvi a campainha e corri para fora da cama, nem ligando que estava descabelada, e com remela no olho. Abri a porta e sorri para o entregador que trazia uma caixa enorme.

– Obrigada. – assinei e corri para deixar a caixa sobre a mesa de café da sala, e peguei um estilete para abrir a caixa, quando abri olhei confusa para uma estatua de castor? Que diabos é isso?
Peguei a nota que tinha dentro e franzi o cenho ao ver a letra de minha mãe.

“Feliz aniversario meu amor, peguei essa estatua incrível quando passei por uma reserva indígena, espero que goste, muitas felicidades. Te amo.”

Tinha que ser. Coloquei o castor ofensivo de volta na caixa e fui comer alguma coisa, iria me fazer um grande café da manhã, mal cheguei a cozinha o telefone tocou e corri a atender. Já passava das 10h, então devia ser Rosie para me desejar felicidades.

– Alô?
– Hmmm, Isabella Swan está? – a ligação estava um pouco chiada e baixa, mas era fácil reconhecer a voz de homem.
– É ela, quem é?
– Ah, er... aqui é Edward, Edward Masen.

Era isso, desejos de aniversario podem se realizar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...