06 setembro 2015

Nova entrevista de Kristen com Nicholas e Drake Doremus para Deadline


A equipe do Equals esteve hoje para numa exibição de competição da história de amor futurista do diretor de Like Crazy, Drake Doremus. Sentei-me esta tarde com as estrelas Kristen Stewart e Nicholas Hoult para falar sobre o filme que é uma espécie de sci-fi de Romeo And Juliet com um tema oportuno. O filme tem o seu tapete vermelho de exibição hoje à noite em Veneza e, em seguida, vai para Toronto, onde se espera um acordo dos EUA para fechar. Há também potencial para uma série de TV, o produtor executivo Russell Levine nos disse.

Equals está situado em um elegante, futuro brilhante onde as emoções foram proibidas e os relacionamentos são proibidas. Qualquer pessoa que apresente sinais de sentimento é diagnosticado com SOS, ou Switched-On-Síndrome, para a qual não há cura. Stewart interpreta Nia quem realmente tem SOS mas não deixa transparecer. Quando Silas de Hoult descobre que ele também tem isso, os dois se juntam com os outros e decidem fugir. Jacki Weaver e Guy Pearce também estrelam. As reação na primeira exibição para imprensa ontem à noite forão entusiasmadas, mesmo que alguns dos comentários têm sido mistos. As duas ligações têm recebido um forte louvor.

Doremus eclodiu no Sundance 2011 com o Grande Prêmio do Júri por Like Crazy e seguiu-se com Breathe In. Equals forma a terceira parte de uma trilogia sobre o amor.

Dado seus temas, o filme vem num "momento realmente grande", diz Stewart. "Acho que o maior assassino nesta vida é o medo. Eu acho que uma boa dose de algo bom, pode ser motivador, mas se você deixar debilitar e ditar como você trata as outras pessoas, é muito feio. O filme é sobre duas crianças que estão apenas sendo animais e negando o que é realmente doloroso de assistir e que acontece desenfreadamente. Então o filme é definitivamente encorajosamente dizendo: 'É uma pena. E mesmo que seja diferente, você exercer isso e trata-se de si mesmo, porque quem diabos sabe? Você só vive uma vez.'"

Stewart admite, "Eu ficava nervosa no filme por causa de como é simples e abertamente emocional. Eu tenho 25. Eu já passei por algumas coisas e eu sabia que ia ser doloroso e eu sabia que se eu não fizesee isso direito, eu me odiaria." A parte mais difícil foi "não permitindo-se sentir alguma coisa. Eu visto meu coração com uma minha manga. Se eu estou em um estado de espírito, meu humor aparece."

Hoult teve dificuldade em manter seus humores em cheque no último dia de filmagem que também foi a cena final do filme. "O fim da filmagem já é uma experiência muito emocional onde você já está neste estado emocional elevado e aquela cena...Eu não estava realmente querendo gritar alto e eu não estou destinado a sentir qualquer coisa neste momento (no filme). Mas Drake estava tocando uma música no set e ele diz "Sempre que você estiver pronto", e eu estava lá e eu estava apenas chorando. Eu estava como: 'OK, (não estou suportando) sentir nada agora, mas há muito o que sentir agora.'"

Stewart e Hoult conheceram casualmente antes de assumir Equals, mas tiveram que conhecer um ao outro de perto através de um período de ensaio, que incluiu Doremus ter os colocados sentado juntos repetindo a mesma frase várias vezes por uma hora. Hoult diz que ele só tinha já fez isso quando ele fez o teste para Mad Max: Fury Road. "É uma coisa muito inteligente que faz você esquecer que está fazendo. Você se concentra mais sobre a outra pessoa.", ele me diz.

Ele e Stewart têm algo em comum tendo iniciado suas carreiras em idades precoces e, em seguida, ambos continuam com os indies e grandes franquias. Hoult tenta equilibrar coisas como X-Men com a realização de projetos menores porque as ferramentas necessárias são "muito diferentes do mecanismos." Os atores que ele trabalhou e admira incluem Tom Hardy, Michael Fassbender e James McAvoy. "Eles estão em uma idade quando realmente começa a ficar interessante. Eu estou tentando fazer coisas diferentes e trabalhar com boas pessoas e aprender."

Stewart diz que suas escolhas são "escolhas de vida." Ela quer ser capaz de "prosperar comercialmente e que a única maneira que eu poderia fazer isso seria verdadeiramente. Então, tudo que eu já fiz, que acabou por ser grande ou começou por ser grande e acabou não sendo grande, eu estava sempre tão investida nesses projetos como tenho sido em todos os pequenos indie. Eu nunca escolhi as coisas em ordem para mudar...Parece pretensão, mas é uma arte, e isso te consome. Eu fico realmente feliz quando algo vem por aí que é comercial e eles me querem porque isso significa que eu posso fazer nestes próximos três coisas que eu venho fazendo fila."

No final do dia Stewart, Hoult e Doremus participaram de uma conferência de imprensa para Equals onde a atriz pensou: "Será que ainda existiriamos se o amor não existisse? Se você não tem paixão por alguma coisa - talvez não para outra pessoa - mas se você tem carro e paixão e curiosidade, que é o que mantém nosso mundo girando. Se você tirar isso, por que iria querer aprender alguma coisa?" Em seguida, ela respondeu à sua própria pergunta: "Será que ainda existiria o amor se não fizesse? Não."

Via / Via | Saga CrepusculoAP Visite tambem o SurtosRobstenAP  

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...