10 fevereiro 2016

Allocine: Robert Pattinson de vampiro apaixonado à Cronenbergiano

Robert Pattinson - de vampiro apaixonado à Cronenbergiano

Em Harry Potter, ele era Cedric Diggory, mas não tão sexy como em Crepúsculo, ele era gentil, amoroso, um pouco chato e de repente, nem era tão sexy. Mas o ator tornou-se muito popular em frequentadores de faculdades e escolas secundárias. No entanto, sendo bondoso em "Água para Elefantes", ele muda para um mundo diferente quando o diretor David Cronenberg o confiou o papel principal de sua nova experiência cinematográfica - para dizer no mínimo obscura, Cosmópolis, foi um desestabilizador que salvou sua carreira! E ganhou também um fã de primeira hora.

A colaboração é tão bem sucedida que Cronenberg, um ano mais tarde, o chama para Maps to the Stars, em um papel de apoio, mas não insignificante, onde ele tem mais uma oportunidade para mostrar que ele não é o branquelo Edward Cullen. Sua carreira dá uma guinada de 180 graus, que inevitavelmente dá gosto. Em 2014, ele está bem machucado no não tão muito futurístico mais quase apocalíptico The Rover. Assim Pattinson entrou nas grandes ligas.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...