25 março 2016

15 coisas que você precisa saber sobre Get et a Job com Anna Kendrick


Em março de 2012, a Collider (junto com outros estabelecimentos) foi convidado para ir ao Woodland Hills, Califórnia. Set da comédia Get a Job. Do diretor Dylan Kidd (Roger Dodger) e escritores Kyle Pennekamp e Scott Turpel, o filme mostra como a vida após a graduação da faculdade não sai exatamente como o planejado para Will (Miles Teller) e Jillian (Anna Kendrick), que se encontram perdidos em uma corda empregos de estranhos. Como eles aprendem a navegar a idade adulta e torná-lo no mundo real, que recebem ajuda da família (incluindo Bryan Cranston), amigos e colegas de trabalho.

Depois de assistir a algumas das filmagens, nós saímos em um prédio de escritórios nas proximidades fazendo entrevistas de mesa redonda com atores Bryan Cranston, Miles Teller, Christopher Mintz-Plasse e Nicholas Braun (que interpretam dois dos amigos de Will), juntamente com Kidd, Pennekamp e Turpel, e os produtores Michael Shamberg e Josh Rothstein, e todos compartilharam algumas dicas sobre como fazer o filme. A partir das entrevistas, nós compilamos uma lista de 15 coisas que você deve saber sobre Get a Job, que está disponível nos cinemas e on demand em 25 de março.

1 – Este script foi desenvolvido quatro anos antes das filmagens, que ocorreu em 2012, e diretor Dylan Kidd entrou cerca de dois anos depois disso. Como o roteiro avançava, eles fizeram isso mais profundo, mais engraçado e mais real, mas o espírito do que eles atiraram é o que iniciou. Eles queriam fazer uma nova comédia que agrada a todos.

2 – Eles se encontraram com um grupo de diretores para falar sobre o filme e, em um ponto, um diretor diferente estava quase certo, mas passou a fazer outro filme. Em última análise, Kidd assinou.

3 – Os roteiristas Kyle Pennekamp e Scott Turpel disseram que esta história é baseada em si e nas pessoas que eles conhecem. Eles começaram com histórias que aconteceram com eles mesmos, e então chamaram as pessoas para perguntar sobre as coisas mais loucas que já aconteceu com eles em seu primeiro emprego.

4- O personagem de Will, interpretado por Miles Teller, é uma combinação do que Pennekamp e Turpel passaram e em quem eles eram, nessa idade. Ambos tinham empregos ruins quando começaram a trilhar o caminho para ser roteiristas, e isso é refletido no filme.

5 – Ao falar sobre o que o levou a essa função, Teller disse: “É diferente de todos esses outros papéis que eu já fiz. Ele está fora da faculdade, e um monte de coisas está acontecendo. Esta geração pensa que você está indo para ser o melhor e dominar o mundo, mas os jovens estão se formando e eles estão em um local muito difícil. Eu gostei da camaradagem com ele e seus amigos. E é sempre bom ter um interesse amoroso”.

6 – O coração do filme é a relação entre Will e seu pai, interpretado por Bryan Cranston, mas isso não era algo originalmente na primeira versão do filme. Isso era algo que se desenvolveu enquanto eles estavam trabalhando no roteiro. Agora, é um reflexo da Pennekamp e Turpel relações com os seus próprios pais.

7 – Quando se trata de qualquer script que ele está envolvido, porque ele também é um escritor, Cranston disse que não faz comentários sobre quaisquer questões que ele tem, sem razão, e que há sempre o propósito por trás dele de torná-lo melhor. Ele ainda dá feedback sobre outros personagens, se algo não parece certo e verdadeiro para a história.

8 – Nicholas Braun e Christopher Mintz-Plasse interpretam amigos de personagem principal de Teller. Braun interpreta Charlie está fora da faculdade e é um grande Stoner, que está lutando para encontrar motivação, mas não achava que à procura seria tão difícil. Ele torna-se um professor de ciências para o ensino médio, mas não é realmente entregue no trabalho. Mintz-Plasse vive Ethan, que também é um graduado na faculdade. Ele criou um aplicativo e está convencido de que ele vai ser a próxima grande coisa, então ele está tentando vende-lo.

9 – Jesse Eisenberg, que estava no filme anterior Kidd Roger Dodger, deveria fazer um papel neste filme, mas estava muito ocupado fazendo Now You See Me, então ele acabou não ficando disponível.

10 – Segundo o produtor Josh Rothstein, “Este é o tipo de história que sempre vai ser relevante. As pessoas sempre terão o que descobrir sobre o primeiro emprego. Eles estão sempre descobrindo as suas relações com os seus outros significativos e seus pais. É ótimo que ele se sente realmente contemporâneo e relevante para todos, mas os problemas no script são coisas que estão sempre serão relevante para as pessoas, em suas próprias vidas.”.

11 – Pennekamp e Turpel inicialmente escreveram o filme de uma maneira do diretor Judd Apatow. Tudo é sobre trazer real antes de ser engraçado. O humor está relacionado com as situações e fundamentada na realidade. Disse Teller, “É um roteiro muito engraçado. Acho que a diferença entre esta comédia e um monte de outras comédias é que não há um monte de linhas. É muito contextual, uma comédia aterrada, e você se importa onde estes personagens vão acabar. ”

12 – Ao contrário do personagem de Teller no filme, ele foi contratado para seu primeiro filme antes mesmo de se formar na faculdade. Ele disse: “Eu não tenho essa luta. Todos os meus outros amigos eram como, ‘Foda-se’, nós estamos graduando. Agora o que vamos fazer com este Bachelor of Fine Arts? Não há empregos. Não há nenhum trabalho. É difícil como ator, por isso não é difícil de entrar nesse espaço quando essa confiança é testado e você não tem uma rede de segurança. Meus pais sempre estiveram lá para mim. Eles disseram, ‘Se você fizer uma boa escola, vamos cuidar de você. Você não tem que conseguir um emprego. Vamos dar-lhe algum dinheiro. Mas, o que se isso não fosse o caso?”

13 – No momento que este filme foi rodado, Cranston foi o primeiro pai no filme de Taylor. Ele disse: “Começamos com Bryan Cranston, que vai ser uma barra se agora para todo mundo que for interpretar o meu pai. Eu cresci assistindo ele em Malcolm e em The Middle, e a energia que ele tem é grande para a comédia”.

14 – Eles tiveram que cancelar o primeiro dia de produção, porque Teller começou o filme com infecções na garganta e laringite, e então ele só poderia falar sobre a câmera por pouco tempo.

15 – Eles decidiram fazer o filme em Los Angeles e, como resultado, eles queriam capturar a cidade de uma forma que há de novo e real para o público e os personagens. Como existem várias participações especiais no filme, era mais fácil para localizar todos. Originalmente, o filme foi criado em Chicago, e eles também cogitaram até mesmo ir para Atlanta, mas decidiram por fim Los Angeles

Get a Job estará disponível nos cinemas e on demand no dia 25 de março.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...