01 outubro 2013

FanFic: Destinados Ao Amor - Capítulo 10

Destinados Ao Amor

Autora(o): Paula Halle
Gênero: Romance, Comédia, Fantasia, Hentai, Universo Alternativo
Censura: +18
Categorias: Saga Crepúsculo
Avisos: Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo

**Atenção: Esta história foi classificada como imprópria 
para menores de 18 anos.**

Capítulo 10 - Era isso, foi por isso que esperei.


– Alô?
– Hmmm, Isabella Swan está? – a ligação estava um pouco chiada e baixa, mas era fácil reconhecer a voz de homem.
– É ela, quem é?
– Ah, er... aqui é Edward, Edward Masen.

Acho que ainda estou dormindo. Ele disse Edward Masen?
– Quem?
– Edward, sabe er, das cartas? Eu liguei para Isabella Swan errada? – ele parecia confuso e me desesperei.
– Não é a certa, sou eu. A Isabella Swan certa. – gritei, o fazendo rir, uma risada gostosa que fez meu estomago borbulhar.
– Bella, é bom ouvir sua voz. – era bom ouvir a dele também, sua voz era bonita grossa e mesmo estando distante fazia meu coração disparar se de ouvi-lo dizer meu nome.

– Não acredito que está me ligando, é você mesmo?
– Sou eu, eu queria te desejar feliz aniversario. – oh meu Deus! Era ele.
– Oh, você lembrou.
– Como poderia esquecer, queria tanto estar ai com você Bella.
– Queria que estivesse também. – ficamos em silêncio só escutando a respiração um do outro, mas não devíamos ficar assim tínhamos que aproveitar essa chance, talvez fosse a única para falar com ele, ouvir sua voz. Mas agora que estava na linha com ele, estava em uma perda de palavras. Vamos Bella diga algo, algo interessante, qualquer coisa.
– Eu ganhei um castor de aniversario. – droga não era isso que queria dizer.
– De verdade?
– Não de madeira. – ele riu.
– Quem te deu um castor de madeira?
– Minha mãe. – resmunguei me aconchegando no sofá, ele riu novamente.
– Por que ela te mandou isso?
– Ela comprou em uma reserva indígena em sua viagem.
– Ela está viajando de novo?
– Sim, e queria me arrastar junto, da pra acreditar, como se eu não tivesse uma vida, queria que eu largasse tudo para ir atrás dela. – bufei, mas acabei rindo.

– Qual a graça?
– Nós. Parece que sempre conversamos, e não que é a primeira vez. Como se já nos conhecêssemos.
– Mas nos conhecemos, mesmo que só através de cartas.
– É, eu... hmmm você leu minha ultima carta? – murmurei ficando vermelha e ele riu.
– Sim, eu gostei muito.
– Er, de toda a carta?
– Todinha.
– Oh meu Deus! – Edward riu alto, e não pude deixar de sorrir, ele tinha uma risada tão gostosa.
– Não fique com vergonha, eu gostei, eu... eu penso em você do mesmo jeito que pensa em mim Bella.
– Então, er... hmmm vai fazer as coisas que pedi?
– Se você realmente quiser que eu faça.
– Eu quero, pode ser meu presente de aniversario.
– Só quer um beijo de aniversario?
– Se for seu. – ele riu.
– Então você terá.
– Quando você vai vir me dar o meu beijo?
– Em breve, eu queria ir agora, hoje, mas não pude adiantar minhas férias.
– Está tudo bem, mas você ainda vai vir né?
– Com certeza. Eu preciso ligar para meu pai, pra ver se da pra ficar lá.
– Oh, eu... eu pensei que fosse ficar aqui.
– Ai? Com você? Você estava falando sério?

– Claro, eu queria ficar com você todo o tempo que ficar aqui, mas se você não quiser ficar comigo, está tudo bem, na verdade eu nem devia ter pedido, você com certeza tem outros planos né, deve querer passar um tempo com seu pai, eu fui muito afoita, esquece que eu pedi eu...
– Bella, Bella pare, eu quero ficar com você.
– Quer?
– Muito, eu só não queria me impor, mas eu queria muito ficar com você, todos os minutos que eu estiver ai, eu quero estar com você.
– Mesmo?
– Mesmo.
– Então quando você chega?
– Em alguma semanas, perto do natal.
– Isso é incrível, você quer que eu te busque no aeroporto? Eu não tenho carro, mas quase ninguém em Nova York tem, todo mundo vai de taxi mesmo, ou eu podia pegar o carro de Emmett emprestado, embora eu dirija mal, mas não acho que nos mataria nem nada, mas eu poderia bater o carro e Emmett iria ficar louco ele gosta muito do carro dele, mesmo que ele mal o use... – parei de falar ofegando ao ouvir Edward rindo.

– Eu adoro a sua voz.
– É?
– Sim, é linda assim como você. Não precisa me buscar eu irei até você.
– Ok, você sabe onde eu moro?
– Er... eu, eu já fiquei com Ângela ai.
– Ah... – torci o nariz ao imaginá-lo com aquela puta, que ela teve o meu homem antes de mim, eu tinha todo o direito de odiá-la.
– Hey, esqueça ela, eu só quero você Bella. – suspirei me esquecendo completamente de tudo e me concentrando no meu soldado.
– Eu também quero só você. – ele riu de novo.
– Isso é bom, você comprou a camiseta.
– Que camiseta?
– Dizendo que é minha garota?
– Oh meu Deus, eu estava brincando. – ri alto sentindo minha cara em chamas, Edward riu.
– Eu sabia que sua risada era linda. – oh meu Deus ele é tão fofo.
– Eu gosto da sua também.
– É?

– Sim, eu... queria que estivesse aqui.
– Eu também querida, mas em breve eu estarei. Então como está sendo seu aniversario até agora?
– Começou um pouco estranho com o castor, mas agora está melhor, muito melhor.
– Estou feliz que alegrei o seu dia. Eu te desejo um grande dia Bella, e farei de tudo para estar com você no próximo ano.
– Eu sei que estará. – alguém falou com ele e ele suspirou.
– Eu preciso ir.
– Oh, ok. – será que dava pra ouvir a decepção na minha voz?
– Hey não quero que fique triste no seu aniversario, eu liguei para fazê-la feliz.
– Você fez, muito, eu só não queria que fosse.
– Nem eu, eu... merda, eu preciso mesmo ir, nos vemos em breve Bella, eu amei sua ultima carta, cada pedacinho dela, mal posso esperar para encontrá-la e lhe dar o seu beijo.
– Oh meu... – minha cara ficou em chamas e ri bobamente, ele riu.
– E tudo mais o que você pediu, é uma promessa. Até logo Bella.
– Até Edward. – ele desligou e fiquei encarando o telefone e dei um grito em seguida.

Oh meu Deus!

Meu Edward me ligou, eu ouvi sua voz, sua risada, e era perfeita, melhor do que imaginei. Era como ver sua carta ganhando vida. Corri a ligar para Rosie, mas mal o celular dela tocou bateram na minha porta e corri a atender.
– Rosie.
– Bella, felicidades amiga. – ela me puxou para um abraço apertado e ri a abraçando forte.
– Ele me ligou Rosie.
– Quem?
– Edward.
– Puta merda! E como foi?
– Foi perfeito, ele vai estar aqui para o natal.
– AAAh. – começamos a pular gritando como loucas. – Isso é incrível Bella.
– Eu sei.
– Como ele conseguiu seu numero? – parei de pular pensando nisso, fiquei tão feliz que ele me ligou que esqueci de perguntar isso. Merda!
– Eu não perguntei.
– Hmmm, ele ficou aqui com Ângela né?
– É. – resmunguei a fazendo rir.
– Hey, ela é passado, você é a garota dele.
– Eu sou. – sorri abertamente, ela riu.
– Ele deve ter ligado pro apartamento da Ângela, devia saber o numero e deu sorte de você não ter mudado.
– É pode ser.
– Ah olha o que tenho pra você. – ela me entregou um envelope e gritei.
– O dia só fica melhor. – agarrei a carta da mão dela abraçando contra meu peito.
– Vá lá ler, eu vou assaltar sua geladeira.
– Ok. – corri para meu quarto, mas antes voltei e a abracei apertado. – Obrigada.
– Sempre que precisar.
Entrei no meu quarto trancando a porta, e abri sua carta desesperadamente, pra ler o que ele me diria dessa vez, embora sua ligação tenha sido o melhor presente do mundo, suas cartas sempre me fazia suspirar.


Minha Bella,

Devo confessar que sua carta me pegou um pouco de surpresa, primeiramente eu estou muito feliz que você quer ser minha garota. Feliz é pouco, estou em êxtase, não consigo parar de sorrir, só com o pensamento de que você é só minha. De que eu não vou ter que lutar com meio mundo para convencê-la a ser só minha, pois eu lutaria. Agora quando suas cartas chegarem eu posso dizer que são da minha garota, eu também gosto de como soa. Minha garota.

Os caras aqui ficaram doidos com as coisas que mandou, eu quase não consigo salvar alguns cookies e chocolate para mim, mas o mp3, e as meias são só minhas. Ok eu dividi algumas com Mitchell. Ele quer uma garota para mandar coisas para ele agora, disse que nas férias, vai atrás de uma moça bonita, pois se eu consegui uma sem nunca falar com ela, ele consegue uma fácil, palavras dele, não minhas.
Eu gosto que você vai dizer para todo mundo que você é minha, eu já devo ter me gabado como a minha garota é bonita algumas vezes, ok muitas vezes. Mitchell já está fugindo de mim, por que eu só quero falar de você.

Essa foi à segunda coisa que me pegou de surpresa, você quer um beijo? Sério? Mulher eu penso em beijar você desde que você começou a mandar as cartas, depois que vi sua foto então, isso não sai da minha cabeça, poder segurar seu rosto bonito sentindo a textura da sua pele, sentir sua respiração contra meu rosto, beijar seus lábios rosados bonitos, eu quase posso imaginar o gosto. É bom saber que você se sente assim também, que sonha assim como eu, e acredite Bella eu sonho muito com isso.

Deus, bonita não chega nem perto do que você é Bella, você está além de impressionante, Rosie parece ser bonita, mas acho que ela não chega aos seus pés, eu adoro o seu cabelo escuro, ele parece ser tão macio, meus dedos coçam para tocá-lo, e sua pele de marfim me faz suspirar, assim como sua boca que chama por beijos, sem contar seus olhos incríveis, são os mais bonitos que já vi, você é toda bonita Bella, por dentro e por fora. E só pra saber eu sempre gostei das morenas.

Eu nunca pensei em mim como bonito, ou quente, mas obrigada, estou feliz que sou do seu agrado, minhas orelhas estão quentes agora, só pra você saber, eu não recebo muitos elogios, bem os caras gostam de dizer que eu sou bonito demais, mas eu sempre achei que estavam me zoando. Acho que agora sei que não é só brincadeira.

Mesmo que você não se importe com o que eu te conte, eu ainda não gosto de saber que eu fiz você chorar, mesmo que você seja chorona, só quero fazê-la sorrir, quero que minhas palavras deixem você feliz e não triste. Assim como para você, suas cartas também são o ponto alto do meu dia, sempre que uma chega, eu esqueço de onde estou e só consigo me concentrar em você, no que vai me contar, que coisas vai dividir comigo, como vai me deixar mais doido por você, por que acredite Bella, sou louco por você.
Eu sei que vamos ser incríveis juntos Bella, eu posso sentir que nossa conexão é alem das cartas, que no momento em que nos vermos vai ser grande, então pode me esperar Isabella Swan, por que quando eu chegar, você nem vai saber o que a atingiu.

Não é engraçado como mesmo nunca tendo nos visto podemos sentir saudades, eu sei que sinto de você, sinto saudades de coisas que nunca fizemos, e nunca vivemos, mas ainda sinto, mas sei que vamos fazer essas coisas quando nos encontrarmos. Eu realmente nunca te causaria dor Bella, só de pensar que você chorou por mim, meu coração se parte, eu quero fazer você feliz Bella, fazê-la sempre feliz.

Eu vou dar muitos beijos se você me deixar, todos os dias, todos os minutos, o tempo todo, vai ser difícil manter minhas mãos longe de você quando eu te vir, posso até ver você enjoando de mim, mas é algo que não vou poder controlar, eu conto os minutos até que possa estar com você e te tocar, realmente te tocar e te beijar. Enfim eu lhe agradecerei pela caixa com o que quiser, e se um beijo é o que quer, eu lhe darei com o maior prazer.

Mitchell é realmente um bom amigo, um irmão, alguém com quem posso contar e me apoiar, ele está lá para mim, assim como eu estou para ele. Não que os outros caras não sejam meus amigos e irmãos, mas sempre tem aquele que se destaca, aquele que está lá para ouvir suas lamurias, e te contar piadas idiotas que vão fazer você rir mesmo não achando graça, esse é Mitchell. Com certeza estaríamos perdidos sem nossos amigos, é bom saber que você tenha uma boa amiga ai.
Agora é que ele vai começar a se gabar se você mandar coisas para ele, não precisa fazer isso Bella, eu posso dividir com aquele folgado, mas se você quiser mandar, ele vai te amar para sempre.

O mp3 é ótimo, as musicas também, não sei por que não pensei em trazer um quando vim, acho que só não passou pela minha cabeça, bem obrigada por pensar nisso por mim, foi incrível o melhor presente que já ganhei, não preciso de mais fones, mas se precisar avisarei.

Sim, Mitchell chama Garrett na verdade, ele prefere Mitchell, diz que Garrett é estranho, eu chamo assim quando quero irritá-lo. Já você pode me chamar de como quiser Bella, Edward, Masen, até Anthony embora eu não goste muito, eu não me importaria se você me chamasse assim, contanto que você chamasse. Mas estou feliz que goste de Edward, eu gosto de pensar em você me chamando pelo meu nome, mas nada de diminutivos, eu odeio quando me chamam de Ed, ou Eddie, Mitchell me chama de Eddie quando quer me irritar.

Eu gosto da ideia que minha carta te fez sorrir, a foto nem está tão boa, mas se ela te faz feliz valeu a pena mandá-la. Eu também tenho um sorriso permanente ao saber que você quer ser minha garota.
Eu realmente gostaria de ficar com você Bella, todos os minutos e segundos enquanto eu estiver ai, é só no que penso, em estar com você, ver você, tocar você. Você realmente quer que eu fique com você, no seu apartamento? Eu adoraria, mas não quero me impor, eu posso ficar com meu pai, ou alugar um lugar perto de você, você não precisa dividir sua cama comigo, embora eu também gostaria disso também.

Você deve ficar linda corada, eu mal posso esperar para ver isso pessoalmente. Se eu penso em você em uma cama? E como. Eu posso imaginar como você deve ser linda, sua pele pálida contra os lençóis, e pronta para mim... inferno é uma imagem que mal posso esperar para ver. Desde que vi sua foto, eu não posso parar de pensar nisso, desculpe se isso me faz um pervertido, mas você é linda demais para que eu possa me frear, meus pensamentos vão longe quando eu me permito pensar em você assim. Estou um pouco aliviado que você se sinta assim também, eu me sentia um pouco culpado por pensar em você desse jeito, mas agora, inferno eu mal posso parar de pensar em nós dois juntos assim.

Esse é um assunto delicado, você quer mesmo falar sobre isso em cartas? Eu já me machuquei aqui, mas não quero dizer a você, sei que você fica preocupada, e se eu disser só vai deixar você mais, vamos evitar assuntos graves, por favor, eu não quero assustá-la para longe de mim.

Sim, Iraque, longe pra caralho em, mas é bom mesmo saber onde o outro está. Eu gosto de saber que você está em Nova York, e, er eu já estive no apartamento de Ângela, e como é o seu agora, eu gosto da ideia de que você está segura, é um bom bairro e seguro, eu odeio estar tão longe, que não possa protegê-la se precisar de mim, mas sei que seus amigos devem cuidar de você, é bom eles cuidarem, ou terei uma conversa séria com eles quando chegar ai.
Eu mal posso esperar para conhecer seus lugares favoritos de Nova York, tenho certeza que vou adorar todos, ainda mais por estar na sua companhia, eu sou de Nova York, vou te mostrar meus lugares favoritos também.

Eu amo a sua mente Bella, adoro como você pensa, eu não sei se seria um bombeiro sexy, mas se você quiser eu compro uma fantasia só para você ver como eu fico e dar seu veredicto. Ou uma fantasia de policial para que você possa brincar com minhas algemas, tudo que você quiser Bella, é só você pedir.
Gosto do seu lado pervertido, eu tenho um também, mas eu me contive para não assustá-la, mas já que você tocou no assunto, eu posso amarrá-la a cama em vez de ao contrario, eu adoraria ter você nua e a minha mercê.

Diabos mulher, eu desejo isso mais que tudo que faremos todo o sexo que quiser, por mim passaríamos minhas férias inteiras, trancados em um quarto, na verdade em um apartamento eu gostaria de levá-la em todos os cômodos possíveis e superfícies disponíveis. Não se preocupe querida essa será a terceira coisa que faremos, depois do beijo eu farei outra coisa, mas só contarei quando a vir. Isso a manterá ocupada e distraída dos seus pensamentos sujos.

Você vai ficar satisfeita em saber que meu cabelo está uma bagunça, não importa o quanto eu o tente empurrar para trás ele não se comporta, eu pensei em cortar antes de ir te ver, mas já que você gosta, eu deixarei assim você poderá segurar enquanto eu te dou o seu beijo. Você colocou minha foto em uma moldura? Isso é legal, eu queria colocar a sua também, mas eu prefiro mantê-la comigo no meu peito, literalmente já que eu a dobrei e coloco no bolso do meu uniforme assim você está próxima do meu coração sempre.

Estou ansioso para conhecer seus amigos, você acha que eles gostarão de mim? Eu não sou muito bom com pessoas novas, então se eu ficar calado, é só minha timidez, mas se seu amigo Emmett é como Mitchell, eu não conseguirei ficar calado muito tempo, Mitchell conseguiu me fazer rir um minuto depois que nos conhecemos, é impossível não sorrir a sua volta.
Eu já gosto de Rosie, já que ela é uma irmã para você, fico feliz que você tenha enfrentado sua mãe, pais são importantes, mas eles tem que nos deixar crescer, é bom que você sabe o que quer e não a deixa mais te manipular.

Mitchell está ansioso para conhecê-la também, infelizmente nossas férias não vão coincidir, ele só sairá de férias quando eu estiver voltando, ele é de Chicago, mas dará uma passada em Nova York antes de ir ver seus pais, só para conhecê-la, e é bom que sua cama você só divida comigo, e Rosie, não de muita liberdade que ele é folgado em.

Eu não me vejo em um escritório fazendo contas, isso é legal, mas não é para mim. Você tem razão eu fui tão contra, mais para irritar meu pai, mas ainda sim, não é o que me vejo fazendo. Parece que vai realizar sua fantasia de bombeiro ou policial afinal.
Realmente pais deviam amar os filhos acima de tudo, mas nem sempre é assim, é bom que você ame sua mãe como ela é, talvez mais para frente vocês se deem bem, e ela vai entender que viajar é uma coisa dela, não sua.

Eu tenho certeza que seus dedos dos pés são perfeitos, você inteira é perfeita, eu adoraria uma carta em detalhes sobre cada parte sua, desde seus cabelos até seus dedinhos lindos. Eu não sei se meus dedos não bonitos, eu vou deixar você julgá-los quando nos vermos ok. Não se preocupe Bella, eu vou dividir tudo com você, mas às vezes eu só quero falar com minha garota sobre bobagens em vez de coisas tensas.

Isabella Swan, eu não sou nem louco de deixar algo me acontecer, não sem antes beijar você, eu me amaldiçoaria se perdesse a chance de beijar sua boca bonita, pode ficar relaxada querida, eu voltarei inteiro para você.

Você acha Mitchell bonito? Preciso ficar preocupado? Eu não quero ser ciumento, mas eu sou Bella, quero você só pra mim. Eu apoio a ideia da camiseta, faça sete pra você usar uma em cada dia da semana, assim ficarei mais tranquilo de que os caras em volta entendem que você já tem dono.
Deus Bella, eu não posso imaginar a ideia de te deixar depois que minhas férias acabarem, imagina viver aqui longe de você, o pensamento me deixa doente, então fique aliviada, eu vou ser só seu daqui um ano. Com certeza Bella será o ano mais longo da minha vida, mas passaremos por ele juntos, isso já é um conforto.

Eu sei que sua ameaça devia me deixar um pouco assustado, mas me deixou excitado como o inferno, mulher você deve ficar sexy zangada, ainda mais comigo. Não se preocupe Bella, eu sou só seu não tenho olhos pra outras mulheres, você é a única que posso ver.

Você está guardando minhas cartas em sua fronha? Eu amo isso, eu mal vejo a hora de estar com você também Bella, um mês não passa rápido o suficiente não é? Isso em um mês eu estarei com você no natal, não é legal, estou ansioso para isso.

Feliz que goste do nome da minha mãe, e da minha futura filha, isso se eu tiver uma. Eu não sei sobre meu pai Bella, eu sei que sou um pouco cabeça dura, talvez você esteja certa, eu não sei, mas gosto da ideia de você estar comigo se eu decidir falar com ele. Apesar de tudo eu quero que você o conheça.

Ow todo mundo vai saber sobre mim, eu gosto disso, todos aqui já sabem sobre você já que eu não paro de sorrir como quem acaba de fazer um home rum. Hey eu ainda apoio a ideia da camiseta, não me importo de ser conhecido como o cara da camiseta. Você também é tudo pra mim Bella, e eu vou te mostrar o quanto, quando nos vermos.

Não acredito que vou perder seu aniversario. Queria tanto estar com você no seu dia, o meu aniversario já passou foi 20 de junho, eu gosto da ideia de comemorarmos quando eu chegar, eu não sou muito de festas, mas adoro bolo de aniversario, amo chantilly e brigadeiro. Vou te dizer, ainda bem que estou no exercito, por que eu seria uma bola, pois amo doce pra caralho.

Hora do segredo, o que eu poderia dizer pra você que ninguém mais saiba, eu já chorei aqui, foi depois de uma patrulha, passamos por um lugar onde ouve um ataque e tinha, hmmm sabe muitos feridos e mortos, e foi a primeira vez que me dei conta de onde eu estava e do que eu estava fazendo aqui. Eu odeio isso, mas aqui estou eu, estou mais forte agora, mais duro, aguento melhor, mas eu sei que quando eu voltar, eu chorarei de novo, pensando em tudo que eu vi, e o que essas pessoas ainda vão ver e sofrer.

Espero não ter te assustado, mas eu queria que você soubesse de tudo de mim, você mesma disse as coisas boas e ruins em.

Esperando ansiosamente sua próxima carta.
Com amor Edward.


Oh Edward.
Sequei as lágrimas que escorriam por meu rosto, só Edward pra me fazer, suspirar, rir e chorar tudo de uma vez. Eu sei que você teve maus momentos ai, mas eu vou estar aqui pra você, sempre.
Voltei a ler minhas partes favoritas da carta, franzindo as sobrancelhas. Se fazer sexo não era a segunda coisa que faríamos o que seria? Argh ele quer me deixar doida é? Não iria parar de pensar nisso agora.

– Hey Bella, pode vir aqui. – Rosie chamou, e pedi um momento enquanto dobrava a carta e colocava na fronha com as outras, corri para o banheiro para lavar o rosto, e fui ver o que ela queria.
– SURPRESA!! – tomei um susto quando todos os meus amigos pularam, mostrando uma pequena festinha improvisada, na mesa um bolo de tamanho médio com glacê rosa escrito parabéns. Com velinhas de 21, muitos chapeuzinhos de festa e brigadeiro.
Corri para abraçá-los agradecendo a surpresa. Emmett me levantou me fazendo rir, me colocando no chão em seguida, pegando um dos chapeuzinhos o colocando em mim.
– Vocês são os melhores. – Alice e Jasper estavam aqui também, e de mãos dadas, minha conversa deve ter dado resultado, ainda mais que quando Alice me abraçou disse obrigada no meu ouvido e ri. É realmente deu resultado.
– Assopre logo as velinhas Swan, eu pulei o café da manhã, só pra comer bolo de aniversario. – Emmett gritou acendendo as velas.
– Não se esqueça de fazer um desejo.
– Como se não soubéssemos o que ela ia desejar. – murmurou Emmett e ri.

Bobo, eu não ia desejar que Edward voltasse logo, havia algo mais importante, eu desejaria que ele ficasse seguro. Assoprei a velinha desejando que nada o acontecesse, mesmo se ele não me quisesse, eu só queria que ele ficasse bem.
Rosie cortou o bolo e comemos entre brincadeiras, Emmett ligou meu note colocando no youtube e escolhendo uma musica do David Guetta e começou a dançar, ri me sentando no sofá, Rosie me acompanhou me abraçando pelos ombros.

– Amei a surpresa. – ela sorriu.
– Eu queria te levar para ter uma bebedeira daquelas já que agora tem 21 e ter um bom tempo com algum cara gostoso, mas já temos bebedeiras em casa mesmo, e você já tem um soldado gostoso que chega em breve então, uma festa entre a gente pareceu mais legal.
– É perfeito.
– Hey Swan, é uma festa vem dançar. – Emmett chamou me puxando pela mão e ri dançando com ele outra musica, também do David Guetta. – Você também Baby.
Ele puxou Rosie, dançando com nós duas, Alice dançava com Jasper e suspirei, logo meu soldado estaria aqui e poderia estar com ele também.

[...]

O mês seguinte passou rapidamente, eu havia respondido a carta de Edward e recebido mais duas. Cartas que só me fizeram se apaixonar mais e mais por ele. Ele me contou sobre a sua infância, e eu contei todas as minhas viagens. Edward foi um mochileiro por um ano, e viajou pela Europa dormindo em albergues. Ele iria me mostrar às fotos quando voltasse. Falamos mais sobre nossos pais, eu estava realmente curiosa pra conhecer o Sr. Masen, Edward mostrava cada vez mais que queria que eu o conhecesse, sempre resaltando que eu era importante para sua vida, e queria que seu pai soubesse, se possível eu me apaixonei mais um pouquinho por ele. Embora eu implorasse para ele me contar qual a segunda coisa que faria comigo, quando voltasse, ele se negava a me contar, o que me deixava morrendo de curiosidade.

Eu havia mandado mais duas caixas de coisas para Edward e uma para Mitchell, Edward disse que ele ostentou a caixa com muito orgulho fazendo os outros caras ficarem com ciúmes, eu queria mandar caixa para os outros também, quando li isso, mas Edward me proibiu, ele já sabia me ler muito bem.

Estava sentada em uma cadeira ao lado da janela, relendo as cartas de Edward, Rosie viria me buscar em breve para irmos fazer compras de natal, ela ficaria louca ao me ver ainda de pijama, estava quase ligando para cancelar, estava sem animo para compras, ainda não sabia o que comprar para Edward, tinha que ser algo especial, para que ele pudesse levar com ele. Sorri com o pensamento, e notei um homem parado olhando pro meu prédio.

Ele carregava uma mochila grande e usava uma roupa manchada? Abri o vidro para ver melhor, e meus olhos se arregalaram ao ver o homem vindo em direção ao meu prédio e ele usava uniforme de soldado.
Não podia... podia?
Me levantei de um pulo correndo para fora e desci as escadas de par em par, e quase trombei no homem que subia as escadas.
– Oh Meus Deus! – ofeguei olhando para o homem bonito e alto, com brilhantes olhos verdes, os cabelos uma bagunça selvagem em uma cor que só poderia ser descrito como a cor da moeda de cinco centavos.
– Bella. – ele sussurrou me encarando exatamente como eu fazia com ele, e sorriu o sorriso mais bonito que já vi, meu coração disparou e antes que pudesse me parar eu estava em seus braços, ele cambaleou um pouco, mas me agarrou firmemente.
Meu corpo inteiro vibrou quando sua pele tocou a minha, como se fossemos feitos para estarmos assim, só estivéssemos completos quando estamos juntos. Seus braços me rodearam me apertando com força, como se ele não quisesse me soltar, e por mim nunca soltaria, enterrei o rosto em seu peito, sentindo seu cheiro, seu calor.

– Você está aqui. – ele riu baixo, o mesmo som que ouvi no telefone um mês atrás, e que me fez querer chorar de tão bonito.
– Eu estou. – ele sussurrou e me afastei para olhar pra ele. Ele está aqui. Edward se afastou um pouco também, pegando meu rosto entre as mãos, seu polegar fazendo círculos em minha bochecha. – Eu acho que te prometi um beijo. – meu rosto ficou em chamas, o que o fez sorrir mais e minhas pernas fraquejaram.
– Você prometeu. – ele sorriu brilhantemente esmagando seus lábios nos meus.

Era isso, foi por isso que esperei.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...