07 fevereiro 2016

Artigo: A interpretação de Robert Pattinson torna fasciante o enredo de Life

"Para mim tem sido frustrante por alguns meses, quando se trata de filmes. Repetidamente, eu assisti um filme que parecia que iria impressionar e acabei desapontada. Eu pensei que talvez fosse comigo, que eu havia me tornado difícil de agradar, mas os relatórios de bilheteria e crítica confirmam que não foi um grande ano para os filmes. Agora que os filmes realmente bons estão saindo à frente da temporada de premiações, eles estão todos em edição limitada. Isso me frustra ainda mais. Então, fui para o iTunes ver se algum bom filme independente estava em lançamento simultâneo, como eles às vezes são. Por menos do que o custo de um bilhete de cinema, eu aluguei Life, atualmente nos cinemas, mas não em um lugar próximo a mim.

Life segue a relação de amizade entre a nativa lenda de Hollywood James Dean (Dane DeHaan) e o fotógrafo Dennis Stock (Robert Pattinson), que convence um editor (Joel Edgerton) na revista Life a deixá-lo fazer um editorial de fotos de Dean antes da carreira da estrela decolar. Enquanto a atitude rebelde de Dean é desdenhosa para a máquina de Hollywood que não lhe favorece fora da tela, Dennis está convencido de que ele tem a oportunidade de pegar o começo de algo especial, a construção de sua própria carteira, permitindo-lhe voltar a Nova York para fazer um trabalho "mais importante" e estar com seu filho.

Ao invés de fazer uma cinebiografia de Dean, o filme capta uma parte específica de sua vida quando ele estava em Hollywood, mas ainda não bem sucedida. Enquanto ele luta para encontrar bons papéis significativos e exerce um romance com Pier Angeli (Alessandra Mastronardi), o filme apresenta um retrato menos idealizado do ator do que o habitual. Enquanto isso, a luta de Dennis 'para usar Hollywood como trampolim para uma carreira mais significativa para si', o que espelha próprio desejo de Dean para melhores papéis. Desta forma, o filme apresenta um retrato convincente de dois homens lutando com a distinção nebulosa entre arte e entretenimento. O filme, aliás, é baseado em uma história real e você pode ver online as icônicas fotografias de Dennis Stock.

Embora o filme se mova lentamente, e perca algumas audiências, para mim o que torna o enredo fascinante é como Pattinson interpreta Dennis 'o desespero velado' para conseguir que Dean o permita participar de sua história. A tensão é palpável para ele e é isso que impulsiona o primeiro ato do filme. DeHaan não parece com James Dean, mas ele interpreta-o de uma forma que realmente transmite sua juventude, luta, e da forma como sua rebeldia poderia ser mostrar. O retrato é sutil e convincente.

(...) Life "se arrasta" as vezes, mas a cinematografia, pontuação, e roteiro torna este filme um belo retrato do breve relacionamento entre dois artistas.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...